BLOG

Inicio > Notícias de franquias > Como criar um menu de restaurante passo a passo

Como criar um menu de restaurante passo a passo

O menu é o cartão de visita de qualquer restaurante. Mostra ao público o conceito do seu negócio, o que a sua cozinha procura através dos pratos. Sem dúvida, uma parte fundamental na criação de um negócio de restauração.

Mas como realizá-la? Esta tarefa, a priori simples, requer estratégia (e não apenas culinária).

As ementas dos restaurantes variam consoante o conceito do próprio estabelecimento. Um restaurante de hambúrgueres não é o mesmo que um restaurante italiano, onde as matérias-primas são cuidadosamente selecionadas. Neste artigo, dizemos-te exatamente como criar um menu de restaurante e teres sucesso junto dos teus clientes.

Elaborar menú de un restaurante

Que tipos de menus de restaurante existem?

Em primeiro lugar, para aprender a conceber um menu de restaurante, é necessário que este reflicta a essência da tua marca, do teu negócio. É o caso do menu de La Mafia se sienta a la mesa. Pusemos nele todo o nosso entusiasmo e conhecimento, pois é, sem dúvida, a nossa melhor montra.

Desta forma, é necessário ter em conta certos aspectos aquando da criação de menus de restaurante:

  • Tema do restaurante
  • Público
  • Pessoal
  • Espaço de trabalho

Dito isto, importa referir que existem vários tipos de menus. Estes são adaptados às necessidades de cada empresa. Eis os principais exemplos:

Como conceber um menu para um restaurante? Existem muitas opções de menus, sem dúvida. Mas o menu à la carte — ou simplesmente pedir a partir do menu — é o mais comum. O comensal pode pedir o que quiser, separadamente, entre os diferentes pratos. É a opção mais flexível que existe.

Ao contrário do menu à la carte, como o próprio nome indica, trata-se de um menu com pratos fixos e um preço fixo. É um tipo de menu clássico nos restaurantes.

Varia semanalmente ou diariamente, em função dos produtos sazonais ou, diretamente, do que o chefe ditar. 

Um menu vegetariano, um menu para pessoas com intolerância à lactose, um menu para celíacos… Por outras palavras, um menu adaptado a diferentes necessidades nutricionais específicas. 

O que devo ter em conta ao escolher os pratos para o meu menu?

Se ainda não sabes como elaborar um menu de restaurante, é essencial que tenhas em conta os seguintes conceitos:

Margem de lucro

É a chave para medir a rentabilidade de um restaurante. Assim, uma regra não escrita diz que o custo de todo o processo de produção, desde as matérias-primas aos outros custos, não deve exceder 30% do preço de venda.

Preços da concorrência

Outro aspeto muito importante: analisar a concorrência. Ao fixar os preços, podes — e deves — efetuar uma análise dos teus concorrentes. Vê os preços que eles praticam e inspira-te neles.

Tipo de cozinha

Por outro lado, os pratos devem estar de acordo com o tipo de restaurante que somos e até com o próprio estabelecimento. Por outras palavras, se formos um restaurante italiano, não vamos oferecer sushi ou frango tandoori. Ou se tivermos um restaurante de fast food, os preços não podem ser iguais aos de uma estrela Michelin. Estás a ver onde queremos chegar? 

Criatividade

Diz-se que “a variedade é o tempero da vida”. Ser disruptivo na cozinha é também uma necessidade. Novos sabores, aromas, texturas, composições, cores que surpreendam o público e o façam repetir.

Equilíbrio nutricional

Também é interessante analisar a contribuição nutricional de cada prato — pratos que cubram as necessidades energéticas dos comensais.

Elaborar menú de un restaurante paso a paso

Passos para criar um menu de restaurante

Depois de conheceres alguns dos aspectos mais importantes do teu menu, está na altura de ser criativo! Descobre abaixo as etapas para tornar um menu de restaurante apelativo e atraente para o público.

1. Cria uma lista de pratos

Quando confrontado com a questão de como conceber um menu de restaurante, a primeira coisa a fazer é gerar uma lista de pratos a incluir. Para o fazer, é interessante analisar as tendências e conhecer as exigências do público.

2. Estabelece os preços 

O segundo passo de como fazer um menu de restaurante é estabelecer os preços, ajustando-os não só para cobrir os custos, mas também para obter lucro. 

3. Opta por nomes criativos

A criatividade deve prevalecer, até no nome dos pratos! Para isso, tem atenção a esse aspeto, bem como à descrição de cada prato do menu.

4. Faz um esquema de cores para o menu

Outro aspeto a conhecer para responder à questão de como elaborar um menu de restaurante é a escolha das cores. Os tons escuros conferem seriedade e elegância, enquanto as cores vivas são as mais populares entre os jovens.

5. Uma imagem vale mais do que mil palavras: as fotografias

A fotografia de produto é fundamental no marketing. Neste caso, as fotografias dos pratos devem ser de alta qualidade e muito bem trabalhadas, porque a apresentação é fundamental!

6. Tipografia, essencial no design gráfico

A tipografia é outro aspeto fundamental na criação de um menu de restaurante. Os tipos de letra escolhidos devem, antes de mais, ser legíveis, fáceis de ler. Além disso, devem estar relacionadas com o conceito do restaurante.

7. É importante imprimir o menu…

Não esqueçamos que o menu de um restaurante é o seu cartão de visita, pelo que uma cópia física do mesmo é essencial. Ou seja, ter um menu impresso. Desta forma, será necessário ter em conta os custos de impressão. 

8. … e não te esqueças também do menu online.

Digital, primeiro! Mas como é que se cria um menu digital para um restaurante? As opções mais difundidas são: formato pdf, uma landing page, ou através de um código QR que conduza aos anteriores.

Pasos para elaborar el menú de un restaurante

Quanto custa fazer um menu para um restaurante?

Por outro lado, outra grande questão é quanto custa fazer um menu para um restaurante. E não, não nos estamos a referir ao tempo, mas sim ao aspeto económico. Para o calcular, é necessário ter em conta os principais tipos de custos gerados. São três:

  • Matérias-primas: Como preparar um menu de restaurante e saber o seu preço? Ao calcular o custo das matérias-primas, claro! E, para isso, não podemos ignorar nenhum dos ingredientes, por mais baratos que sejam. Da mesma forma, este tipo de custo inclui também o transporte ou o armazenamento. 
  • Estrutura: O menu tem de ser servido numa sala. E estas instalações requerem água, eletricidade e outras despesas para o seu funcionamento. 
  • Pessoal: Por último, também não podemos esquecer os custos com o pessoal. A tua equipa é essencial para criar o menu e servi-lo aos seus clientes.

Simplifica o processo de criação de um menu com um franchising de restauração

Agora que já conheces a árdua tarefa de conceber um menu de restaurante, imagina abrires o teu negócio de restauração e não teres esta preocupação. Sim, é possível! Graças a franchisings como La Mafia se sienta a la mesa, onde concebemos o menu do teu restaurante a partir da sede para que possas poupar este passo.

Todos os anos trabalhamos um novo menu, onde, para além de termos em conta as necessidades económicas, procuramos sempre formas de atrair a atenção do nosso público. A inovação, a criatividade e a qualidade prevalecerão no menu do vosso restaurante.

Queremos que integrar a famiglia seja uma experiência agradável para ti. Aproveita esta oportunidade e abre o seu franchising de restaurante italiano connosco.